Polícia prende suspeito de ser o mandante do assassinato de grávida em Campos.

Letycia Peixoto, grávida de 8 meses, ao lado do companheiro Diogo Viola de Nadai, suspeito de ser o mandante da morte da gestante
Reprodução/Redes sociais
Fonte

logo

Diogo Viola de Nadai foi localizado e preso por agentes da 134ª DP (Campos dos Goytacazes), na noite desta terça-feira.

OUÇA AQUI


A Polícia Civil prendeu, na noite desta terça-feira (7), o professor Diogo Viola de Nadai, apontado como o mandante do assassinato de Letycia Peixoto Fonseca, grávida de oito meses, em Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense. Ele era casado legalmente com uma outra mulher, moradora de Campos, mas mantinha uma união estável com Letycia.

Outros dois homens suspeitos de envolvimento na execução do crime, na quinta-feira passada (2), já estão presos. Além de Letycia, o bebê que seria fruto do relacionamento com Diogo, também morreu após o parto de emergência. O crime está sendo investigado pela 134ª DP (Campos dos Goytacazes).

Em depoimento, logo depois do crime, o professor do Instituto Federal Fluminense, afirmou não conhecer os homens que participaram da execução. A delegada do caso, Natália Patrão, trabalha com a suposição de o crime ter mais de um mandante, sendo Diogo um deles. Ela afirmou ainda que não foram encontrados dinheiro e arma em posse dos presos.

Para a Polícia Civil, o crime foi premeditado e que a hipótese de motivação foi passional. Imagens mostram que o suspeito de ser o mandante do crime estava no enterro da companheira e do filho e chegou a segurar o caixão do filho momentos antes de enterrar.
Além de ser professor, ele é proprietário, juntamente com a mulher, de uma loja de calçados em um shopping de Campos. Também é conhecido por ser jogador de pôquer.

Categoria:NO MOMENTO

Deixe seu Comentário