Travesti é morta por um uma picareta enquanto dormia em Teresina; o parceiro é suspeito de um crime.

Travesti é morta com golpes de picareta em Teresina — Foto: Patryck Peterson

Segundo a policia, a vítima foi encontrada morta na cama, coberta com um lençol. A picareta manchada de sangue foi encontradaa no quintal, onde o suspeito começou a cavar um buraco.



A travesti Maurício Pereira da Silva, de 48 anos, mais conhecida como Carla, foi encontrado morta neste sábado (05), dentro de casa do Residencial Eduardo Costa, na zona sul de Teresina. A polícia militar afirma que o principal suspeito do crime é o namorado da vítima, que fugiu.

Segundo o tenente Lima, do 17º Batalhão da Polícia Militar, a travesti foi morta com uma picareta enquanto dormia. "A vítima foi encontrada morta na cama, coberta com um lençol. A picareta ensanguentada estava no quintal onde o suspeito começou a cavar um buraco e desistiu por causa da chuva", disse.

Segundo a polícia, a vítima era cabeleireira e morava no residencial há três anos. A Polícia Militar disse que foi acionada por volta das 10h30, mas os peritos só chegaram à cena do crime à tarde. 

 O corpo foi levado ao Instituto de Medicina (IML) e o caso está sendo investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção a pessoa (DHPP).

Categoria:Piauí

Deixe seu Comentário