Caciques do Centrão já acenam para Lula e podem apoiar promessas de campanha

(crédito: Nilson Bastian/Agência Câmara )


Guimarães e Lira discutem e chegam a acordo para que as agendas de interesse do futuro governo avancem na câmara.

Em busca de apoio para aprovar promessas de campanha no Congresso Nacional, o presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) já recebe o aceno de importantes caciques do Centrão. Prova disso é que ao mesmo tempo em que a cúpula da transição, comandada pelo vice-presidente eleito, Geraldo Alckmin (PSB), se reunia com o relator-geral do Orçamento, senador Marcelo Castro (MDB-PI), o deputado federal José Guimarães (PT-CE) se encontrava com o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL). Foi quando chegaram a um entendimento para que pautas de interesse da futura gestão avancem.

O presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) já recebeu o aceno de importantes lideranças do Centrão enquanto busca apoio para aprovar promessas de campanha no Congresso Nacional. Prova disso é que durante a cúpula de transição liderada pelo vice-presidente eleito Geraldo Alckmin (PSB) se reuniu com o principal relator de orçamento, o senador Marcelo Castro (MDB-PI) e o deputado federal José Guimarães (PT-CE) Se reuniu com o prefeito Arthur Lira (PP-AL). Em seguida, chegou-se a um acordo para que as agendas de interesse da futura administração pudessem avançar.

Lira, aliado do presidente Jair Bolsonaro (PL) nos últimos anos, disse que "ajudaria" o governo eleito com o que Guimarães chamou de agendas urgentes do novo chefe do Executivo importantes para o país, incluindo propostas de lei orçamentária Relatório Anual (LOA) 2023 e iniciativas construídas em torno da Emenda Constitucional Transitória (PEC). 

 Guimarães anunciou que embora o presidente da câmara tenha posições diferentes das do PT, ele quer um melhor entendimento e está pronto para construir um bom mandato nessas propostas. Segundo Guimarães, as portas foram abertas democraticamente.

Categoria:Nacionais

Deixe seu Comentário