Marisa Monte defende urna eletrônica e protesta contra Bolsonaro em show

© Getty Images

Fonte


A cantora exaltou a urna eletrônica, alvo de críticas do político, e falou sobre a importância do voto consciente

A cantora Marisa Monte, 55, protestou contra o presidente Jair Bolsonaro (PL) durante um show em Oeiras, Portugal. A artista ainda exaltou a urna eletrônica, alvo de críticas do político, e falou sobre a importância do voto consciente.


O público se uniu em coros de "fora Bolsonaro" e manifestou apoio ao ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva (PT). Em meio às manifestações, a artista disse que, por ela, o nome de Bolsonaro nem seria mencionado no Festival Jardins do Marquês.


"Mas é muito bonito a gente viver em uma democracia e poder se expressar assim, livremente. A gente tem que defender isso muito e este ano a gente vai poder expressar de novo todos os nossos desejos naquela maravilhosa urna eletrônica. Quem diria que a gente estaria aqui elogiando e defendendo a urna eletrônica", começou a cantora.


"A gente não vai escolher só o presidente, a gente vai escolher também todos os cargos do legislativo, são os caras que fazem as leis lá no Congresso e nas assembleias estaduais, e esses caras, é importante que a gente melhore muito a qualidade dos nossos representantes lá, são os caras que vão trabalhar juntos com o próximo presidente, que eu espero que não seja esse", completou.


Os protestos no show de Marisa aconteceram na mesma semana em que o cantor Carlinhos Brown foi criticado por interromper gritos contra Bolsonaro em um de seus shows. O cantor chegou a se posicionar no Twitter e afirmou que Lula é seu candidato nas eleições.

Categoria:Famosos

Deixe seu Comentário