Faça o seu PEDIDO DE MÚSICA

Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Tocando Agora:

Redes Sociais Redes Sociais

FacebookWhatsApp

AGRICULTORES PIAUIENSES EXPÕEM PRODUTOS NA FEIRA NORDESTINA DA AGRICULTURA FAMILIAR

(Foto:  Ascom/Governo do Piauí)
Fonte

Portal O Dia

A feira segue até domingo (19) e conta com a comercialização de produtos de como mel, caju, castanhas, doces e artesanato.




Agricultores piauienses participam da I Feira Nordestina de Agricultura Familiar e Economia Solidária, realizada desde quarta-feira (15), na cidade de Natal, Rio Grande do Norte. O principal objetivo do evento é mostrar o quanto a agricultura familiar do nordeste é rica e variada.


A feira é promovida pelo Governo do Estado do Rio Grande do Norte, em parceria com a União das Cooperativas da Agricultura Familiar e Economia Solidária do Rio Grande do Norte (Unicafes) e as Secretarias Estaduais da Agricultura Familiar do Nordeste.


A secretária da Agricultura Familiar do Piauí, Patrícia Vasconcelos, participou da abertura do evento e falou da importância desse encontro para os expositores piauienses “E com muita alegria que estamos participando da primeira Feira Nordestina da Agricultura Familiar aqui em Natal.

Esse evento será uma grande oportunidade para os nossos agricultores apresentarem e venderem seus produtos da agricultura familiar. As pessoas que passarem por aqui poderão adquirir  produtos como mel, caju, castanhas, doces, artesanato, alho, azeite e geleias, produzidos por cooperativas e associações de diferentes cidades do nosso estado mostrando que a agricultura familiar do Piauí é rica e variada”, destacou a gestora.


(Foto: Ascom/Governo do Piauí)


Durante os cinco dias da feira, que segue até domingo (19), haverá degustação e venda de produtos da agricultura familiar, festival gastronômico, encontros, palestras, seminários e muitas atrações culturais. 


A feira também tem como finalidade fortalecer políticas públicas, visando a ampliação do Programa de Alimentos Saudáveis do Nordeste (PAS-NE), assim como criar um espaço de intercâmbio das experiências sobre políticas públicas voltadas para a agricultura familiar, com o envolvimento de governos e movimentos sociais.

Deixe seu Comentário