Senadora Soraya Thronicke (União-MS) (Crédito: Roque de Sá/Agência Senado)

<div id="audimaWidget"></div>

<script src="//audio.audima.co/audima-widget.js" defer></script>

O Senado Federal já desembolsou mais de R$ 400 mil este ano para viagens internacionais e hospedagem (delegações oficiais) para deputados na Câmara.

De acordo com os dados solicitados pela Coluna, apenas o preço da diária - bancos com recursos públicos - custa R$ 199.058,66. Passagem aérea - com seguro viagem - valor total 20
R$ 127, 09.

As justificativas para viajar chamam a atenção. A senadora Soraya Thronicke (UniãoMS) viajou a Israel em março para "se juntar à missão de conhecer mais sobre o ecossistema de inovação do país".

Sen. Esperidião Amin (PPSC) chegou a Barcelona, ​​​​Espanha, em fevereiro para participar do ainda desconhecido "GSMA Mobile Word Congress22".
.R$  São muitas obrigações e muitas despesas em apenas três meses, já que o Senado retoma seus trabalhos em maio, dois e os dados mais atualizados são até abril.

Deixe seu Comentário