Atlético-MG bate o Athletico-PR e é Bicampeão da Copa do Brasil



Fonte: Bola Vip


Equipe alvinegra venceu o Furacão e conquistou o segundo título da competição nacional.


O Atlético-MG é bicampeão da Copa do Brasil! A equipe mineira que já havia vencido o Athletico-PR no primeiro jogo com um placar elástico de 4 a 0 no Mineirão, com gols  de Hulk, Keno e dois de Eduardo Vargas conseguiu ampliar a vantagem e superar o Furacão na Arena da Baixada por 2 a 1 e conquistou mais um título nacional, com menos de um mês e, é claro, a Tríplice Coroa.


O placar do primeiro jogo foi inédito na história das finais da Copa do Brasil, iniciada em 1989. Desde que foi criada, nunca um time havia vencido por 4 gols de diferença em um jogo da decisão. E outro fato curioso é que a equipe paranaense ainda não tinha perdido nesta edição do torneio nacional, mas foi completamente dominada pelo Atlético-MG que estava muito inspirado, intenso e objetivo.


Já o segundo duelo na casa do Furacão foi bastante movimentado, mas até os 15 minutos não houve muito futebol, apenas discursões, entradas duras e muita intervenção do árbitro Anderson Daronco que, inclusive funcionou e fez o jogo andar um pouco mais. A partir daí, o Athletico passou a pressionar e chegou rapidamente ao gol, com Pedro Rocha, após cruzamento de Cittadini. No entanto, o VAR viu o toque de mão do atacante e anulou o lance.


Robson Mafra/AGIF -Elenco do Atlético-MG

Robson Mafra/AGIF -Elenco do Atlético-MG


Mas foi aos 24 minutos em um contra-ataque perfeito, que o Galo deu início a confirmação do seu título. Vargas tocou para Zaracho, que encontrou Keno livre na área para finalizar e abrir o placar. A equipe paranaense sentiu o gol e até mesmo a torcida murchou.

Em seguida, voltaram às entradas duras, discussões e cartões amarelos. Hulk quase fez o segundo do Galo, de cavadinha, e Renato Kayser deixou o gramado lesionado e chorando.




Na segunda etapa, o jogo rolou com mais facilidade e com várias oportunidades para ambos os lados. O Athletico até chegou a marcar, mas mais uma vez não valeu devido a um impedimento. No entanto, foi aos 30 minutos que Hulk marcou o gol que cravou o título da equipe mineira.

O clube paranaense até diminuiu com gol de Jaderson, mas não foi suficiente. Em sua campanha, o Galo passou por Remo, Bahia, Fluminense e Fortaleza e por último o Furacão. Seu primeiro título da Copa do Brasil foi em 2014. 

Deixe seu Comentário