Foto: Atlético/MG



Fonte: Gazeta Esportiva


O Atlético-MG está com uma mão na taça da Copa do Brasil. 


Neste domingo, o Galo goleou o Athletico Paranaense por 4 a 0, no Mineirão, no primeiro jogo da final da competição. Os gols do triunfo foram marcados por Hulk, de pênalti, Keno e Eduardo Vargas, duas vezes.


O primeiro tempo foi dominado pelo Atlético-MG, que foi para o intervalo com uma confortável vantagem. Hulk converteu pênalti assinalado após Léo Cittadini bloquear cruzamento com o braço, e Keno ampliou após boa jogada individual e chute de fora da área.


O cenário da etapa final não foi diferente. O Galo não tirou o pé do acelerador e seguiu mandando no jogo, com Vargas entrando na vaga de Diego Costa e marcando os dois gols que sacramentaram a vitória.


A partida de volta entre Atlético-MG e Athletico Paranaense acontece na quarta-feira da semana que vem, às 21h30, na Arena da Baixada. Vale lembrar que não há o critério do gol qualificado fora de casa na Copa do Brasil.


O jogo - O Galo começou imprimindo um ritmo forte e levou perigo duas vezes nos minutos iniciais. Primeiro, Jair lançou Diego Costa, que invadiu a área e finalizou para fora. Na sequência, Santos saiu jogando errado e jogou em cima de Diego Costa, que tocou para Hulk, e o camisa 7 tocou de cabeça. Thiago Heleno tirou em cima da linha e afastou.


Aos 20 minutos, o árbitro assinalou pênalti após Léo Cittadini bloquear cruzamento com o braço dentro da área. Na cobrança, Hulk mandou no canto esquerdo e abriu o placar no Mineirão.


11 minutos depois, o Galo ampliou com Keno. Após boa jogada do time pela direita, Zaracho tocou para o atacante, que fintou dois adversários e finalizou no canto, marcando um belo gol.


O Athletico apareceu com perigo apenas após os 40 minutos. Primeiro, Terans cobrou falta no ângulo esquerdo, exigindo bela defesa de Everson. Na sequência, Nikão bateu escanteio e Erick cabeceou no meio do gol.


Segundo tempo


Aos 10 minutos da etapa final, o Atlético-MG chegou ao terceiro. Thiago Heleno saiu jogando errado, Hulk dominou e finalizou, colocando Santos para trabalhar. O goleiro, no entanto, soltou nos pés de Vargas, que apenas teve o trabalho de empurrar para as redes.


Aos 23 minutos, veio o quarto. Em contra-ataque, Hulk tabelou com Nacho e cruzou rasteiro. Zaracho furou a bola, que ficou oferecida para Vargas, e o atacante chegou batendo de primeira para marcar.


Tchê Tchê chegou a assustar na reta final do jogo, finalizando de fora e parando em defesa de Santos. Depois, Hulk ainda saiu na cara do goleiro e tocou por cima, mandando para fora. Sem sofrer defensivamente, o Galo administrou a goleada até o apito final.


FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-MG 4 X 0 ATHLETICO-PR


Local: Mineirão, Belo Horizonte (MG)

Data: 12 de dezembro de 2021, domingo
Horário: Às 17h30 (de Brasília)
Público: 53.181 torcedores
Renda: R$ 8.325.723,05
Árbitro: Bruno Arleu de Araújo (RJ)
Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Correa (RJ) e Fabricio Vilarinho da Silva (GO)


VAR: Rodrigo Nunes de Sá (RJ)
Cartões amarelos: Arana, Hulk e Igor Rabello (Atlético-MG); Pedro Henrique, Thiago Heleno, Nico Hernández (Athletico Paranaense)


GOLS:


ATLÉTICO-MG: Hulk (23 minutos do 1º tempo), Keno (34 minutos do 1º tempo) e Eduardo Vargas (dez e 23 minutos do 2º tempo)


ATLÉTICO-MG: Éverson, Mariano, Igor Rabello, Junior Alonso e Guilherme Arana; Jair (Calebe), Allan (Tchê Tchê), Zaracho; Keno, Hulk e Diego Costa (Vargas).
Técnico: Cuca


ATHLETICO-PR: Santos, Pedro Henrique, Thiago Heleno e Nico Hernández (Pedro Rocha); Marcinho, Erick, Léo Cittadini (Fernando Canesin) e Abner (Nicolas); Nikão, David Terans (Jader) e Renato Kayzer (Vinicius Mingotti)
Técnico: Alberto Valentim

Deixe seu Comentário