Suspeito de participar de sequestro de empresária é preso em Teresina (Foto: Rede Meio Norte)


Fonte: Meio Norte


Segundo o delegado Ademar Canabrava, um segundo suspeito já foi identificado e as investigações seguem para chegar até o terceiro envolvido.

 
 

A Polícia Civil do Piauí, através do 12° Distrito Policial, realizou na manhã desta sexta-feira (13), a prisão de Andrews Oliveira Araújo, suspeito de participar do sequestro relâmpago de uma empresária na noite de ontem, na zona Leste de Teresina. 

O delegado Ademar Canabrava, titular do 12º DP, informou que tomou conhecimento do caso nas primeiras horas da manhã de hoje, quando a vítima se dirigiu até a unidade para prestar boletim de ocorrência os devidos depoimentos. Diante disso, os policiais passaram a realizar as primeiras diligências na região. 
“Obtivemos êxito no primeiro contato que tivemos no Planalto Uruguai. Esse elemento estava em um bar bebendo, quando nós o abordamos e conduzimos até a delegacia. Ele confessa realmente o crime e existia um segundo elemento com ele, que nega conhecer ele, mas também conduzimos a delegacia. Esse elemento (Andrews Oliveira) realmente foi feito o pix para a conta dele”, explicou. 
Ainda segundo Ademar Canabrava, um segundo suspeito já foi identificado e as investigações seguem para chegar até o terceiro envolvido.  “A vítima está aqui e fez o reconhecimento. Não há dúvidas que realmente foi ele, o tempo que ela esteve com ele. As diligências continuam para chegar até o terceiro indivíduo”, finalizou. 

Relembre o caso 


Os policiais do 5º BPM foram acionados na noite desta quinta-feira (12), pelo porteiro de um condomínio localizado na zona Leste de Teresina, ao flagrar uma visitante sendo abordada por suspeitos na porta do imóvel e sendo obrigada a entrar dentro de um veículo modelo Ford Ka, de cor vermelha.
De acordo com comandante tenente Maciel, os policiais constataram que se tratava de um sequestro relâmpago e a vítima se tratava de uma empresária.
Os policias realizaram diligencias no intuito de localizar os suspeitos e quando voltaram ao apartamento tomaram conhecimento de que a vítima tinha sido liberada na avenida Miguel Rosa, próximo ao Hospital de Urgência de Teresina (HUT), na zona Sul da capital. Ao conversar com a vítima, ela informou que foi forçada a entrar no veículo e foi obrigada a realizar dois pix no valor  de R$ 5 mil reais.

Deixe seu Comentário