Homem foi preso em flagrante após matar a própria mãe a pedradas em Teresina - Foto: Reprodução


Fonte: MN


A defesa afirma que o acusado possui endereço fixo e que ele terá o compromisso expresso de se fazer presente a todos os atos


A Defensoria Pública do Estado do Piauí solicitou a liberdade provisória ou substituição da prisão preventiva pela prisão domiciliar do homem identificado como Willame José da Silva, de 39 anos, acusado de matar a própria mãe Maria das Graças Pereira da Silva, de 71 anos, a pedradas dentro de casa, no bairro Lourival Parente, na zona Sul de Teresina. 


O crime aconteceu na noite de segunda-feira (28) e na manhã de hoje o pedido foi protocolado pela Defensoria requerendo a liberdade provisória sem o pagamento de fiança do acusado. No pedido, é argumentado que o suspeito não interferiu na apuração de provas ou coagiu testemunhas, assim como também, a sua soltura não traz perigo concreto à sociedade. 


A defesa afirma que o acusado possui endereço fixo e que ele terá o compromisso expresso de se fazer presente a todos os atos, colocando-se sempre que for necessário à disposição da justiça.

 
O CASO


Um homem identificado como Williame José da Silva, foi preso em flagrante na noite desta segunda-feira (28), após matar a própria mãe a pedradas, uma idosa de aproximadamente 70 anos, identificada como Maria das Graças, no bairro Lourival Parente, na zona Sul de Teresina. 


De acordo com informações repassadas ao Meionorte.com pelo 6° Batalhão de Polícia Militar, o acusado foi encaminhado para a Central de Flagrantes de Teresina, após ser localizado. Houve um início de tentativa de linchamento contra Williame Silva por parte da população, indignada com o crime. 


Livelo 1 por real

Deixe seu Comentário