Técnicos de enfermagem fazem manifestação e pedem melhores condições de trabalho.

  Foto: Divulgação.

Fonte: 180graus.

HUT e Fundação de Saúde asseguram a realização constante de aquisição de equipamentos de proteção individual.

Técnicos de enfermagem se reuniram na manhã desta quarta-feira (20/05) para realizar uma manifestação na data em que é comemorado o Dia Nacional do Técnico e Auxiliar de Enfermagem. A manifestação aconteceu na frente do Hospital de Urgência de Teresina (HUT).
Os profissionais estavam segurando cartazes com reivindicações. O apelo é com relação à falta de Equipamentos de Proteção Individual - EPIs, falta de acolhimento e orientação aos profissionais contaminados pela Covid-19, além do não pagamento da insalubridade no valor de 40% para todos os profissionais independente de ser da área da Covid-19 ou não.

Foto: Divulgação.

"Nosso objetivo foi expor a realidade desses profissionais, no que diz respeito à ausência de EPIs adequados e em quantidade suficiente, falta de acolhimento e orientação aos profissionais contaminados por Covid-19 e o não pagamento da insalubridade no valor de 40% para todos os profissionais independente de ser área covid ou não", disse membro da comissão.
A manifestação serviu também para parabenizar e enfatizar a importância desses 'heróis', assim intitulados pela sociedade que também são humanos e necessitam de atenção e cuidado.  

    Foto: Divulgação

Leia nota do HUT e da Fundação Municipal de Saúde (FMS):


A Fundação Municipal de Saúde (FMS) e o Hospital de Urgência de Teresina (HUT) asseguram que realizam aquisição constante de equipamentos de proteção individual (EPIs) para toda sua equipe da área da saúde, ainda que esses itens estejam com alta demanda no mercado mundial devido à pandemia de covid-19.
Todos profissionais que estão em contato direto com pacientes suspeitos ou confirmados para covid-19 recebem paramentação completa, adequada e segura, de acordo com o que recomenda a Anvisa. Todos os pacientes que dão entrada no HUT, com ou sem suspeita de Covid-19, são submetidos a testes.
Sobre a insalubridade aos servidores, a FMS garante que o adicional de 40% foi pago aos profissionais que estão trabalhando diretamente no enfrentamento à Covid-19, em contato com os pacientes infectados. O pagamento dos servidores foi feito em folha suplementar. Aqueles que, por ventura, não foram contemplados e entenderem que possuem direito à insalubridade, devem protocolar requerimento via sistema SEI (https://processoeletronico.pmt.pi.gov.br/sip/login.php?sigla_orgao_sistema=PMT&sigla_sistema=SEI), nos termos da Portaria 87/2020, de 15 de abril.
A FMS assegura que os servidores que já recebem insalubridade em valor menor tiveram seu adicional reajustado, para que chegue aos 40%. Essa medida será válida enquanto durar a pandemia em Teresina.
Mesmo que a orientação das autoridades em saúde seja de evitar aglomerações para evitar contágio pelo vírus, a FMS e o HUT respeitam o direito de manifestação da categoria e se coloca sempre à disposição para diálogo com seus representantes.

Foto: Divulgação

Categoria:Noticias

Deixe seu Comentário